quarta-feira, 12 de junho de 2019

Analise da Música Ya Msafer Wahdak - Mohamed Abdel Wahab por Izaura de Oliveira Nunis

Trabalho de realizado por Izaura de Oliveira Nunis para a conclusão do Módulo de Musicalidade ministrado por Paulo Genaro do Curso de Formação e Capacitação em Dança do Ventre oferecido por FIDES Centro de Cultura Lazer e Saúde sob coordenação de Priscila Genaro 

Analise da Música Ya Msafer Wahdak - Mohamed Abdel Wahab

Justificativa
Fazer este curso teórico foi uma decisão para entender mais sobre a cultura árabe e principalmente entender a leitura musical. Escolhi a música Ya Msafer Wahdak, com esta versão, primeiro pela beleza da melodia e em seguida a mistura do ritmo espanhol permeado na música que a deixa menos melancólica. E também porque ela já estava cortada em uma duração de 4 minutos.

Mohamed Abdel Wahab, compositor da música em questão, nasceu no Cairo, Egito em 13 de março de 1907, (outra publicação informa que ele nasceu em 1902) e faleceu em 04 de maio de 1991, hoje no bairro onde nasceu há uma estátua sua na praça Bab El-Sheriyah. 

“Aos 7 anos já fazia apresentações, aos 13 compôs sua primeira música, em 1933 começou compor seu próprio estilo, escreveu 8 comédias entre 1933 e 1949. Em 1934 atou no filme “a flor” com grande Record de público.

Filmes:

  • The White rose – A Rosa Branca – 1933
  • Doumou’el Hub – Lagrimas de Amor – 1936
  • Yahya El Hub – Viva Amor – 1938
  • Yawm Disse – Happy Day – 1939
  • Mamnou’a El Hub – O Amor é proibido – 1942
  • Rossassa Fel Qaib – Um bala no Coração – 1944
  • Lastu Malakan – Eu não sou nenhum Anjo – 1947


Em 1950 deixou os filmes para se dedicar apenas à música como compositor e cantor. Seu repertório chega cerca de 1820 canções e é considerado um dos mais inovadores músicos egípcios, com seu estilo refinado. Foi criticado por introduzir ritmos ocidentais em suas músicas, mas também foi respeitado e admirado por muitos, considerado como um dos principais artistas da renovação da música árabe”.

Compôs canções que foram interpretadas por muitas bailarinas, e suas músicas foram gravadas também por vários cantores famosos em muitas versões. E, YA MSAFER WAHDAK é uma delas.

Discografia – São 237 álbuns

1. 1959 Rio Imortal
2. 1963 Damasco
3. 1972 Immortal Melodies (3 versões)
4. 1972 Iandal/ amado desconhecido
5. 1972 Você é minha vida/Doaa médio
6. 1972 Cleopatra
7. 1972 Tani/ Faça o / moldar seis Habayeb 33546
8. 1974 Cairo By Night (3 Versões)
9. 1974 Mohamed Abdel Wahab
10. 1974 Mohamed Abdel Wahab
11. 1974 Orquestra (volume 2)
12. 1974 Mohamed Abdel Wahab/Aghar Mim/Emta Taoud-Instrumental
13. 1974 Mohamed Abdel Wahab – XLPCPL 201
14. 1974 Bafakar felli massini/El Nahr E Kaled (LP)
15. 1975 Al Karnak (2 versões)
16. 1976 Reminiscing with (2 versões)
17. 1976 Belly Dance – The musici of Mohamed Abdel Wahab (volume 2)
18. 1976 Dared El Ayan
19. 1976 Looking Back With – LPCXG 180
20. 1976 All Rune Favourites – LPCXG 178
21. 1976 Belly Dance – LPCXG 186
22. 1977 LPB 573
23. 1978 Kolleda Kan Leh – (4 versões)
24. 1978…Bafakkar Fil Massini – LPCXG 207
25. 1980 Wonderful Melodies of (volume 1) 30 LPCXG 131
(…)
234. Double Best (Tem a música Ya Msafer Wahdak)
235. 1977 Música Inta Omri (cass)
236. 1993 Na Hoyt & Overnight TC 27
237. 1987 Cleopatra (2 versões)

História da música: YA MSAFER WAHDAR – “O Viajante Solitário”

Foi composta para o filme egípcio de 1942, “O amor é proibido”. A letra escrita por Hussein Sayed.
A música Msafer está no álbum Double Best, no álbum “Músicas do filme Mamnoue El Hob” volume 1 e gravada no CD “Bellydance Supertars” volume 1.
Não foi possível localizar em que ano foi gravado o álbum Double Best.

A versão estudada neste trabalho tem uma forte característica espanhola, direcionada para o flamenco.
Sua letra fala sobre saudade de alguém que partiu e está longe e gostaria que estivesse perto, também pode ser entendida como um amor passeiro, que durou pouco tempo.

Tradução “O Viajante Solitário” YA MSAFER WAHDAR 

Oh viajante solitário
Oh viajante solitário
Está passando por mim
Irá você para longe de mim?
Irá você para longe de mim e sua ausência me assombrar
Ele disse “adeus” simplesmente dizendo “até logo”
E eu estou farta de amor para lhe oferecer
As lágrimas de meus olhos estão dizendo
“Oh viajante solitário
Está passando por mim
Irá você para longe de mim e sua ausência me assombrar.”

Outra tradução do inglês.

“O viajante solitário”

Oh viajante solitário passando por mim
Por que você está me deixando e me preocupa?
Você disse adeus como se diz até logo
Eu estou dando a você meu coração
Estas lágrimas dos meus olhos falam

O viajante solitário passando por mim

No fogo do desejo eu esperarei
E ser paciente com meu coração e ter esperança
Embora você não vem a mim, estou feliz
Faça-me desejoso em sua presença e me prometa.
Tenho medo de que a separação seja boa para você
E que a distância muda suas condições
Que eu possa estar sempre em sua mente.

Oh viajante solitário passando por mim
Não importa quão longe a distância entre nós
Meu coração nunca mudará
Eu lembrarei mais de você
Mas primeiro você deve apenas pensar em mim.


Análise da Música

Instrumentos identificados na música: Violão, acordeom, violino, derbak, castanhola, bongo, cítara, snuje.

Introdução: de 0:01 a 0:39 segundos. Composto pelo grupo de instrumentos violão, bandolin, acordeom e um instrumento de percussão (que lembra a batida de um bongo), com maior destaque para o violino e o acordeom tempo 3/4.

Início:
Parte A: Inicia aos 0:39 até 2:25 segundos.
Sobre o tempo ternário conhecido como. Tempo 3/4.
(Castanhola, violino, alaúde e acordeom).
De 0:48 a 1:00 – Bongo, castanhola, acordeom, violão, bandolim.
De 1:17 a 1:25 – rápido, derbak, snuje.
De 1:25 a 1:53 – violino, castanhola, teclado, derbak, bandolim
De 1:53 a 2:25 – violão, violino, acordeom, percussão (som diferente do derbak).
Entre 1:56 a 2:06 o ritmo fica mais rápido e tem o som de castanholas e derbak Tempo 4/4.

De 2:06 a 2:22 – Fica mais lenta, acredito que é para a transição para a parte
B, derbak e violino

Parte B: Inicia aos 2:25 até 3:27

De 2:25 a 2:58 – acordeom, violino, bongo, derbak 2:58 a 3:27; Sobre o tempo
4/4, porém dentro desse compasso muda a célula rítmica, tem partes que ela fica mais pulsante depois volta ao normal. (violão, derbak, alaúde e acordeom).
De 2:58 a 3:08 – Notas longa, teclado, derbak, violino e violão.
De 3:08 aos 3:27 repete a pulsação mais rápida. Com violão, violino, teclado e derbak – tempo 4/4.
De 3:36 aos 3:52, Repete a pulsação mais rápida que aparece na primeira parte, bandolim, derbak, acordeom, violino, snuje. Tempo 4/4.

Final da música: 3:52 até 4:04. Violão, acordeom, derbak, violino. Volta o tempo 3/4.

Textura:Polifônica homofônica, há vários instrumentos com destaque à melodia realizada pelo violino.

Na textura musical definida pelo número de vozes ou instrumentos, pode ser modificada de acordo com o timbre dos instrumentos ou vozes e assim as identificamos como leve e pesada, ríspida ou suave.

Ritmo: A música analisada tem característica Flamenca, a característica identificada pela presença das castanholas e o ritmo vibrante que tem a música espanhola.
Há uma variação ritmos com trechos lentos e rápidos, confunde um pouco com o ritmo Wahda e o Zffe.
Sobre o ritmo vale dizer que é o som que nos faz vibrar e balançar o corpo: lentos e rápidos, define a duração do som.

“Ritmo é a pulsação da música. Um ritmo é uma forma de usar o tempo sem precisar de relógio ou cronômetro.” (Cyntia Gusmão)
Forma: A música está dividida em introdução, parte lenta onde se destaca a melodia e outras com pulsação mais rápida. Parte A e Parte B. Na forma podemos identificar um tipo determinado de música.

Considerando que há formas simples, complexas, vocais, instrumentais, identifiquei a música analisada como forma complexa e instrumental, complexas pela presença de sons extensos e com vários movimentos, apresar de também possuir sons curtos. E instrumental porque só tem instrumentos não tem voz humana.

Conclusão
Fazer este trabalho me deu oportunidade de conhecer um pouco de música, já sei dizer o que é tempo binário, ternário e quaternário, me ensinou prestar atenção nos instrumentos que foram utilizados. Que as frases da música são como se elas estivessem dialogando. Esta música em particular é melódica, trás muito sentimento. Para uma performance é necessário muita dedicação, treino, dançar, dançar e dançar e ouvir muita música árabe para entender suas nuances.
“Não mates a arte dentro de ti” 

Aula de Dança do Ventre gratuita

Se inscreva no link: www.fidescultural.com.br

Quer receber no seu whatsapp informações sobre a Dança do Ventre
é só mandar uma mensagem para 11 96309 7091 dizendo seu nome e quero receber


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...