quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Como elaborar uma coreografia de Dança do Ventre

Montar uma coregrafia não é tarefa fácil seja qual for a dança e quando falamos em Dança do Ventre a questão é muito mais complexa. O coreografo deve impreterivelmente considerar alguns fatores:

  • Que estilo de dança pretende realizar;
  • A musica está de acordo com o estilo escolhido;
  • Observar a origem e estilo da musica escolhida;
  • Os movimentos e técnicas escolhidas estão de acordo com o estilo;
  • O estilo de musica e dança possibilitam variações e flexibilidade na composição;
  • O mais importante: Qual é a intensão da coreografia, qual mensagem a ser passada para o público.
  • Respeitar as tradições;
  • Ser criativo e inédito;
  • Estudar o figurino para que esteja de acordo com coreografia e o contexto.
  • Observar o desenho formado durante a apresentação;
  • Elaborar um inicio e um fim que sinalize estes dois momentos distintos;
  • Se utilizar instrumentos, elaborar um jogo de evidencias entre instrumento e bailarinos;
  • A dança deve ser prazerosa pra quem assiste e pra quem a executa.
Mesmo seguindo estes critérios acredito na livre criação do artista, apesar da Dança do Ventre ter um forte peso cultural, podemos criar trabalhos coregráficos livres com propósitos meramente artístico.
Foi o que busquei com a releitura da coreografia de Maurice Bérjat realizada originalmente na década de 60, com a musica Bolero composto por  Joseph M. Ravel em 1928 encomendado por Ida Rubistein que escandalizou pela sensualidade da dança na época.
Minha versão preferida é a realizada por Jorge Don em 1970 pela intensidade e entrega do bailarino, o que me deu subsídios para fazer o meu trabalho coreográfico. Segue o vídeo maravilhoso do Bolero com Jorge Don:


Assim como Dalcrose diz "o movimento é a manifestação exterior de um sentimento interior, a coreografia que compus partindo da obra de Bérjat expressa para mim a união pacifica  das diversidades que vivemos ou deveríamos viver nestes tempos globais, estudante e amantes da Dança do Ventre de todas as idades e níveis de aprendizagem diferentes em comunhão. Assim como a sociedade em constante movimento a coreografia também nunca foi apresentada duas vezes da mesma forma. Neste vídeo falo um pouco da coreografia e na sequencia sua apresentação em São José dos Campos no dia 9 de julho deste ano no Festival da Amizade do Revelando São Paulo. 



Segue lista das diversas versões apresentadas:

1ª versão ( com apenas 2 ensaios) da coreografia Festival de Halloween Fabrica de Cultura do Itaim Paulista outubro 2015:



2ª versão ( com derbak ao vivo) Mostra de Natal FIDES  dezembro 2015:



3ª versão Festival da Amizade Atibaia  Janeiro 2016



4ª versão ( com a pequena Letícia solando) Festival Oriente Fabrica de Cultura Itaim Paulista Fevereiro 2016



5ª versão ( Com o maior número de pessoas) Mercado Persa  Abril 2016




6 ª versão está no primeiro vídeo onde falo sobre o trabalho

7ª versão ( talvez a última) Festival de Inverno FIDES julho 2016



Priscila Genaro e FIDES Centro de Cultura Lazer e Saúde oferecem cursos de Dança do Ventre para todos os objetivos:
  • Para quem quer fazer uma atividade física alegre, de baixo impacto, que queima calorias, fortalece a musculatura, favorece amizades e combate o estresse: Aulas Convencionais.
  • Para quem quer ser profissional,  dar aulas e tem tempo disponível: Curso de Formação e Capacitação de Professores de Dança do Ventre Extensivo.
  • Para quem quer ser profissional,  dar aulas e não tem tempo disponível: Curso de Formação e Capacitação de Professores de Dança do Ventre Intensivo.
  • Para quem quer ser profissional,  dar aulas e está fora de São Paulo: Curso de Formação e Capacitação de Professores de Dança do Ventre Extensivo. Curso on-line ( Breve)
  • Para quem quer fazer uma atividade física alegre e baixo impacto,não tem tempo disponível ou está fora de São Paulo: Aulas Convencionais on-line ( Breve)
Fides – Aprenda Dança do Ventre de Forma Diferente



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...