quinta-feira, 21 de julho de 2016

Dança com punhal, uma dança misteriosa!

Dança com Punhal
A dança com punhal não faz parte do processo histórico das danças árabes ou da dança do ventre, por isso não pode ser considerado uma dança folclórica. No entanto é comum nos textos sobre dança do ventre a referencia a dança com punhal.
Como é considerado uma arma acredita-se que o punhal era usado como forma de defesa das ciganas e bailarinas que por fim era utilizado nas danças para demonstrar poder e independência.
Para se dançar com punhal é importante dar atenção a musica que junto com a composição coreográfica deve transmitir um ar de poder e mistério.Por isso musicas festivas ou folclórica não combinam com o dança com punhal.
Para uma composição mais teatral o bailarino pode cobrir o rosto com véu e também usar figurinos mais misteriosos criando uma atmosfera de desafio, força e poder. O bailarino pode fazer movimentos de apunhalar, passar o punhal sobre a cabeça, colocá-lo entre os dentes, entre os seios, apontá-lo para o quadril, abdômen e peito, apoiar a mão com o punhal sobre a testa e sobre o peito harmonizando estes gestos com as técnicas características da dança o ventre.

No vídeo abaixo falo mais um pouco sobre a dança com punhal e na sequencia está a coreografia que realizamos no dia 07/09/2016 em São José dos Campos. Esta coreografia foi elaborada por três alunas do FIDES: Natacha Ayme, Jusci Santos e Jessica Oliveira que foram desafiadas a elaborarem uma coreografia de três minutos que realizaram com excelência, tanto que a coreografia passou a fazer parte do nosso repertório de 2016. O figurino não foi elaborado para esta dança em especifico, pois no dia outras duas coreografia foram apresentadas, no próximo vídeo a apresentação completa do grupo.


A apresentação completa:



Este post é o segundo da série de 3 posts explicando a apresentação do dia 09/07/2016 e os instrumentos utilizados.

Se cadastre no link abaixo e receba os conteúdos e os materiais de estudo em seu email: http://fidescultural.klickpages.com.br/inscricao-base?preview=true

Priscila Genaro e FIDES Centro de Cultura Lazer e Saúde oferecem cursos de Dança do Ventre para todos os objetivos:
  • Para quem quer fazer uma atividade física alegre, de baixo impacto, que queima calorias, fortalece a musculatura, favorece amizades e combate o estresse: Aulas Convencionais.
  • Para quem quer ser profissional,  dar aulas e tem tempo disponível: Curso de Formação e Capacitação de Professores de Dança do Ventre Extensivo.
  • Para quem quer ser profissional,  dar aulas e não tem tempo disponível: Curso de Formação e Capacitação de Professores de Dança do Ventre Intensivo.
  • Para quem quer ser profissional,  dar aulas e está fora de São Paulo: Curso de Formação e Capacitação de Professores de Dança do Ventre Extensivo. Curso on-line ( Breve)
  • Para quem quer fazer uma atividade física alegre e baixo impacto, não tem tempo disponível ou está fora de São Paulo: Aulas Convencionais on-line ( Breve)
Fides – Aprenda Dança do Ventre de Forma Diferente




segunda-feira, 18 de julho de 2016

Dança do Ventre com Pandeiro ( Daff)


Dançar com um instrumento é algo a mais no espetáculo de um bailarino. Assim como qualquer instrumento requer conhecimento da musica a ser interpretada. O Daff ou pandeiro árabe é um instrumento musical feito de madeira e revestido de couro, onde é tocado com uma das mão e segurado com a outra.
O bailarino diferente do musico, não irá tocá-lo o tempo inteiro, mas irá demonstrar sua destreza ao dançar tocando-o em determinadas partes da musica ora acompanhando a célula  rítmica  fielmente, ora pegando as batidas mais fortes e marcantes seguindo o pulso da musica ou até mesmo acompanhando a melodia. Se o bailarino e mais habilidoso pode fazer sua própria célula rítmica formado uma polirritmia  acompanhando a musica. Ou seja o bailarino é parte integrante da banda acrescido de sua performance corporal, exibindo o pandeiro de diversas formas em sua coreografia, podendo tocá-lo com diversas partes do corpo como cabeça, ombros, quadril, joelho e pés.

Segue vídeo onde falo sobre o pandeiro na dança.


Nestes outros vídeos a apresentação completa do dia 9 de julho quando dançamos no Festival da Amizade em São José dos Campos onde dançamos com pandeiro, punhal, espada e snujs:




Este post é o primeiro da série de 3 posts explicando a apresentação é os instrumentos utilizados.

Se cadastre no link abaixo e receba os conteúdos e os materiais de estudo em seu email: http://fidescultural.klickpages.com.br/inscricao-base?preview=true

Priscila Genaro e FIDES Centro de Cultura Lazer e Saúde oferecem cursos de Dança do Ventre para todos os objetivos:
  • Para quem quer fazer uma atividade física alegre, de baixo impacto, que queima calorias, fortalece a musculatura, favorece amizades e combate o estresse: Aulas Convencionais.
  • Para quem quer ser profissional,  dar aulas e tem tempo disponível: Curso de Formação e Capacitação de Professores de Dança do Ventre Extensivo.
  • Para quem quer ser profissional,  dar aulas e não tem tempo disponível: Curso de Formação e Capacitação de Professores de Dança do Ventre Intensivo.
  • Para quem quer ser profissional,  dar aulas e está fora de São Paulo: Curso de Formação e Capacitação de Professores de Dança do Ventre Extensivo. Curso on-line ( Breve)
  • Para quem quer fazer uma atividade física alegre e baixo impacto, não tem tempo disponível ou está fora de São Paulo: Aulas Convencionais on-line ( Breve)
Fides – Aprenda Dança do Ventre de Forma Diferente




quinta-feira, 7 de julho de 2016

Origem da Dança do Ventre

 Origem

Curso de formação de professor de dança do ventre


Dança do ventre, Dance Du Ventre, Belly Dance, Raks-el-Chark, Dança do Leste seja qual for o nome a ser utilizado é uma dança que causa polemica para quem pratica, estuda ou apenas aprecia. A nebulosidade do seu passado e plasticidade que se apresenta hoje gera estudos, debates que fomentam hipóteses muitas vezes sem fundamentos específicos pautados em suposições, sem base histórica. Para quem deseja conhecer a Dança do do ventre estudar a história do oriente é imprescindível, mesmo esbarrando em conceitos orientalistas que devem ser analisados antes de serem visto como verdades absolutas, pois de acordo com Ivan Lissner o historiador "despoticamente" escolhe que parte da historia registrar, excluindo dela os vencidos, os pobres, as mulheres e os artistas. 

Neste vídeo a aluna Juscimara do Curso de Formação e Capacitação em Dança do Ventre do FIDES apresenta uma das hipóteses da origem da Dança do Ventre:


Na sequência a respostas da reflexão proposta também no curso:


O que é a Dança do Ventre para você?

"Vários países possuem em sua cultura uma dança que é tipicamente feminina há variações em seu estilo mas o elemento comum em diversas civilizações é a sexualidade, a em destaque movimentos que representam a fertilidade. Pelo que podemos observar nesta primeira aula é que não há uma definição de onde se originou está dança, que é chamada de dança do ventre, pois os países onde ela é apresentada com mais ênfase pertenceu a civilizações muito antigas e em alguns, segundo explicações apresentadas, não possuem registros. O que não resta duvida é a beleza na harmonia da dança do ventre de uma sexualidade muito marcante.(minha opinião pessoal)
Izaura

"Acredito que surgiu da necessidade da mulher usar a sua criatividade para chamar a atenção e mostrar o que é capaz de fazer,ou seja, uma forma de atrair o “homem forte” para um futuro casamento, procriação. Característica muito comum entre os animais para procriar." 
Natacha

"Na minha opinião, a Dança do Ventre surgiu junto com a humanidade,junto com as primeiras mulheres.Quando os humanos se difundiram ao redor do mundo e adquirido novas culturas, houve algumas modificações na forma da dança,porém, a dança primitiva continua até os dias atuais. A dança do Ventre é uma dança feminina, que é uma forma de expressar o quanto o seu ventre é “bom”, fértil e que dará filhos bons. Atualmente as mulheres usam também a dança para seduzir, se exibir, ou também simplesmente expressar uma forma de arte." 
Paula

"Eu acredito que a dança do Ventre surgiu do extinto feminino, pelas possibilidades de movimentos que o corpo é capaz. Para mim, a Dança do Ventre é a representação do corpo, a expressão da feminilidade para mostrar em forma de arte. É entrar em contato com seu “eu” interno."
Elizete

     

Leia também a introdução do curso: http://bellydancepriscilagenaro.blogspot.com.br/2015/05/introducao.html


Se cadastre no link abaixo e receba os conteúdos e os materiais de estudo em seu email: http://fidescultural.klickpages.com.br/inscricao-base?preview=true

Priscila Genaro e FIDES Centro de Cultura Lazer e Saúde oferecem cursos de Dança do Ventre para todos os objetivos:
  • Para quem quer fazer uma atividade física alegre, de baixo impacto, que queima calorias, fortalece a musculatura, favorece amizades e combate o estresse: Aulas Convencionais.
  • Para quem quer ser profissional,  dar aulas e tem tempo disponível: Curso de Formação e Capacitação de Professores de Dança do Ventre Extensivo.
  • Para quem quer ser profissional,  dar aulas e não tem tempo disponível: Curso de Formação e Capacitação de Professores de Dança do Ventre Intensivo.
  • Para quem quer ser profissional,  dar aulas e está fora de São Paulo: Curso de Formação e Capacitação de Professores de Dança do Ventre Extensivo. Curso on-line ( Breve)
  • Para quem quer fazer uma atividade física alegre e baixo impacto, não tem tempo disponível ou está fora de São Paulo: Aulas Convencionais on-line ( Breve)
Fides – Aprenda Dança do Ventre de Forma Diferente


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...